Aparelhos

Nearshore ganha papel de destaque como solução líder na transformação digital das organizações


A e.near revela os cinco principais argumentos que tornam o nearshore numa solução cada vez mais segura para o futuro tecnológico nas empresas

A e.near, empresa 100% nacional integrada no ecossistema  Connect Enterprises, criadora
da melhor solução nearshore e
fornecedora de serviços de desenvolvimento de software de alto nível, apresenta os cinco principais fatores de
diferenciação do nearshore que lhe conferem um papel de destaque incontornável
enquanto solução líder na transformação digital das organizações.

Visto tradicionalmente como uma solução para as empresas aumentarem a sua eficiência, alcance de negócio e vantagem competitiva face à sua concorrência, enquanto se concentram no seu core business, o nearshore é uma das mais populares formas de as organizações atingirem patamares superiores. Em particular, destaca-se pelas vantagens que oferece às empresas em termos de acesso a recursos com os skills necessários para a resolução ágil de desafios concretos, tudo isto com uma grande proximidade em termos geográficos, linguísticos e culturais.

Eis os grandes argumentos do nearshore para a transformação digital das organizações:

  • É um motor de transformação digital. As empresas que pretendem criar e desenvolver as soluções certas para embarcar na transformação digital adotam-no cada vez, confiando nesta forma de recorrer a talento e expertise em vez de seguirem modelos alternativos.
  • Combina na perfeição com a cloud. A infraestrutura cloud é hoje muito mais do que um mero centro de hosting – trata-se cada vez mais de uma solução vista como uma plataforma estratégica que não pode ser ignorada no planeamento de projetos tecnológicos de transformação digital, facilitando o desenho e criação de serviços nearshore e contribuindo para o aumento da sua resiliência, escalabilidade e flexibilidade.
  • Potencia a redução de custos, a segurança e a conformidade. A redução de custos é um aspeto cada vez mais sensível e um dos grandes fatores que motiva grande parte das organizações a recorrer ao nearshore, sendo por isso uma meta sempre desejável em qualquer projeto que se queira rentável e sustentável. O nearshore dá também maiores garantias de segurança dos dados e conformidade regulamentar por parte dos fornecedores, através não só de SLAs fortes e sensíveis, mas também pelo uso de tecnologias de encriptação e da aplicação de uma maior diligência em torno da segurança.
  • Agiliza o desenvolvimento do software. O mercado é aberto, dinâmico e feroz, e as empresas sabem como é importante ter acesso às ferramentas certas no menor tempo possível e sem detrimento da qualidade. O nearshore é, neste ponto de vista, a solução ideal, sobretudo porque adota abordagens de desenvolvimento Agile, DevOps e Design Thinking. Permite-se assim a criação de soluções certas para desafios concretos e obter conhecimentoadicional, através de prototipagem e testes – e tudo isto em ciclos mais curtos. Os processos Agile e DevOps ligam-se na perfeição desde o início até à fase operacional, ao passo que o Design Thinking lhes confere o pensamento de design criativo, iterativo e orientado ao utilizador. Uma combinação que é hoje fundamental para assegurar que a solução a desenvolver responderá com eficácia aos desafios propostos.
  • Torna o modelo de negócio mais competitivo. A crescente adoção de serviços em nearshore comprova que as empresas recorrem a esta solução não só para ultrapassar desafios tecnológicos, mas também para benefício do modelo de negócio. É uma situação em que as partes ganham sempre: o fornecedor, porque alavanca a integração e a gestão dos serviços pretendidos, consolidando a sua reputação; e o cliente, porque usufrui de uma experiência de serviço perfeita com recursos a metodologias, processos e ferramentas de que não dispõe, mas dos quais tira benefício, tudo isto enquanto se concentra no seu negócio.

Para Inês Malheiro, CEO da e.near, “as organizações encaram e bem as TI como uma componente estratégica do seu negócio, mas nem sempre dispõem do conhecimento ou da visão necessária para colocar em prática os produtos e serviços de que realmente necessitam”. A responsável salienta ainda que “o nearshore é a solução perfeita para uma transformação digital sem sobressaltos nem surpresas, mas deve ser feita com um parceiro que saiba de facto interpretar os desafios e expetativas de uma forma correta, colocando em ação o seu know-how e expertise para que o resultado final seja aquele que efetivamente serve o negócio, a dinâmica e a orgânica das empresas”.

Para mais informações sobre a e.near, consulte o site ou visite a página no Facebook ou LinkedIn ou Twitter.



Source link

Add Comment

Click here to post a comment