casa decoração

Feliz Ana Nova – A casa que a minha vó queria


O post veio com algumas horas de atraso, porque Ana aniversariou na madrugada de terça pra quarta, mas o carinho continua o mesmo! Feliz Ana Nova pra todas, assim, no feminino e de luta! Sempre juntas!

Falei que vinha ano passado e não vim. Aliás, até escrevi o post, Ana leu. E era pra ela, pra mudança, de casa, de vida, de jeito de pensar, pra Saturno que entrou em Capricórnio dia 20 de dezembro. Saturno, como toda semana escrevo, é Chronos na mitologia grega, deus do tempo, marido de Rhéa Sílvia, que comia os filhos sabendo que um deles ia destroná-lo. Cansada de tudo aquilo, Rhéia Sílvia se recolheu ao monte Ida, em Creta, para parir Zeus ( ou Júpiter, na mitologia romana), seu sexto filho. Deu uma pedra ao marido embrulhada como o recém-nascido, que foi criado por outrém, talvez até amamentado por uma cabra amaltéia ( da montanha, que representa Capricórnio). Quando chegou à idade adulta, Zeus deu ao pai um veneno que o fez vomitar a pedra e todos os seus cinco irmãos: Héstia, Deméter, Hera, Hades, Poseidon. Entre os 3 homens, dividiram o poder do mundo: Zeus ficou sendo deus dos deuses, reinando o Olimpo; Poseidon ( ou Netuno), os mares; e a Hades, ou Plutão, coube o submundo do mortos e do inconsciente. Esta é a história de Saturno, que entrou em Capricórnio, seu domicílio noturno, em 20 dezembro e neste signo permanece por 3 anos. Justamente quando Ana mudou de cidade e de apartamento, como voces viram neste post aqui.
Quarta, dia 17/01/18 tivemos um stellium, que é a reunião de mais de 5 planetas em Capricórnio. Uma Lua Nova mara e digna em Capricórnio, a primeira do ano, disposta justamente por Saturno, este pai implacável e rígido, mas que, domiciliado, favorece os planos a longo prazo. Tudo visça e cresce com bases sólidas. Agora é o momento de dar o primeiro passo. Se você deseja uma casa, um terreno, uma mudança, pense agora. Na energia da Lua Nova em Capricórnio. Peça ao universo que ele dá, se não for pedido com o ego e por vaidade. De verdade.
E nestes auspícios de Lua Nova em Capricórnio, signo do elemento terra, de ritmo cardinal, feminino, quente e positivo, Ana completou 35 anos naquela madrugada. Uma cabra da montanha que devagar e sempre, escala a montanha e chegam lá, não importa onde lá seja. Com uma noção do real, do palpável, de terra, fora do comum. Persistente e objetiva. Se decide, vai lá e faz. Eu sei porque tô cercada de cabras da montanha, Ana, Cleópatra, Priscila, Flávia, Pietra, minha avó.
Neste aniversário, minha amiga, o céu é todo seu: Sol, Lua, Vênus, Plutão, Mercúrio e Saturno, todos em Capricórnio, todos pedindo foco e trabalho e prometendo resultados sólidos e terrenos em troca de empenho, em todas as áreas da vida. Pra completar a transformação, Marte e Júpiter ainda reverberam uma conjunção em Escopião desde dia 8 de janeiro, o signo do autoconhecimento e da transformação, mostrando que as revoluções vem de dentro. Hoje a revolução é você, minha irmã. Feliz Ana Nova.
E que reverbere na casa de [email protected] que nos lêem. Capricórnio tá aí há quase um mês empurrando vocês pro trabalho e pras decisões importantes, não ignorem porque o céu, minhas caras, é dinâmico: mal acordamos e a Lua já nos saudou em Aquário, às 5;30h da manhã no nordeste, sem o horário de verão, fazendo a gente se preocupar com a opinião e a presença do outro. Passa o final de semana em Peixes, deixando a todos mais sentimentais e transcedentais e começa a semana em Áries, cheia de iniciativa. Volto aqui provavelmente com a Lua em Touro. Doze horas depois da Lua entrar em Aquário é vez da Vênus, e semana que vem sera o Sol que se exila. Aproveitem em quanto todos os planetas estão andando pra frente, nenhum exílio, porque o mundo, este sempre roda. Já cantava calcinha preta.

Aproveite sua transformação pessoal e em casa, minha amiga. Este ano é seu, este céu tá mara, feliz Ana Nova! Te amo, daqui até Saturno. Ida e volta.



Source link